Cálculo cível: benefícios para empresas

O cálculo cível consiste em uma das modalidades dos cálculos judiciais, que visa acompanhar a execução, correção de FGTS, INPC e IPCA, revisões de contratos, cheque especial, cartões monetárias, contratos de factoring, liquidação de sentença e na execução de créditos em geral. 

Para isso, elaboramos este artigo para apresentar a responsabilidade do profissional de contabilidade no âmbito cível, compreender melhor os mecanismos de cálculo civil e a relação entre a controladoria e setor jurídico. 

Responsabilidade do profissional de contabilidade no âmbito  cível

A responsabilidade do profissional de contabilidade no âmbito  cível visa reparar danos causados por situações delicadas, onde pessoas ou empresas, possam sofrer prejuízos, devido aos atos ilícitos.

Entre as diretrizes estão:

  • Ato Culposo – o amparo quando não existe a intenção de causar o dano ou prejudicar terceiros;
  • Negligente – que acontece quando a desatenção pelo agente, sendo falhas e observância do dever de zelo; 
  • Imprudente – quando acontece de forma precipitada, ou seja, sem cautela; 
  • Imperícia – causado por uma pessoa que age por ausência de técnica, conhecimento ou habilidade.

Entre os serviços prestados por um profissional de contabilidade estão:

  • Contrato de prestação de serviços
  • Abertura de empresa
  • Escrituração contábil
  • Emissão de guias de impostos
  • Processamento da folha de pagamento
  • Emissão de certidões negativas
  • Cálculo  cível entre outros.   

Definição de cálculo cível

O cálculo civil, faz parte do conjunto de cálculo judicial civil, sendo uma documentação com sentença com relatórios e argumentos sólidos que visam potencializar os resultados. 

Dessa forma,  contribui para a execução de serviços voltados para as demandas da área civil.  

A Compliance realiza dentro dessas funções o cálculo civil em geral, defesa de contratos financeiros, fingem, CDC, operações de desconto capital de giro, cobranças entre outros serviços relacionados ao Jurídico. 

A relação entre o setor de Controladoria (contabilidade) e o setor Jurídico das empresas

A controladoria faz parte da área de Ciências Contábeis, sendo responsável pelo controle orçamentário e administrativo da empresa. 

Proporcionando uma administração de qualidade, e um processo de gestão organizacional que impulsione a empresa a alcançar as metas e melhorar seus resultados.

Existem dois tipos de controladoria: a contábil e a administrativa. 

A controladoria contábil possui o papel na tomada de decisão, por meio do controle financeiro. 

Esse processo é realizado a partir de dados e informações que são coletadas para tomada de ações. 

Além dessas funções, organizar o orçamento conforme o planejamento de cada setor, alinhando assim, os objetivos da organização. 

Portanto, o cálculo civil quando é realizado de maneira correta e estruturada, influencia positivamente na saúde econômica da empresa.   

Para isso, a Compliance compreende o seu negócio, verifica todas as informações que envolvem  o setor Jurídico e oferece soluções assertivas.  

Entre em contato e saiba mais. 

Leia mais:

[eBook] Os indicadores que todo jurídico corporativo precisa acompanhar para gerar saving financeiro!

ebook